Policiais da UPB fazem maratona no Congresso Nacional em defesa da aposentadoria

Policiais federais e civis que integram a UPB – Paraná estão em Brasília, realizando um importante trabalho parlamentar, em defesa da aposentadoria dos profissionais da área de segurança pública.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Policiais Federais no Paraná (SINPEF-PR), Bibiana Orsi, o diálogo com os deputados federais e senadores paranaenses é fundamental para conscientizar sobre a necessidade de não incluir a categoria na reforma previdenciária. “Nosso objetivo é informar sobre a atuação policial que é diferenciada das demais profissões, com risco à vida e ausência de direitos trabalhistas”, explica ela.

Essas particularidades também foram destacadas pelo presidente do Sindicato das Classes Policiais Civis do Estado do Paraná (SINCLAPOL), Fábio Rossi Barddal Drummond: “Não estamos medindo esforços para mostrar a realidade policial, com risco constante à vida, falta de lei orgânica para a Polícia Civil, ausência de indenização por periculosidade, entre outras. Se acabar com nosso único direito, que é a previdência, será a falência da segurança pública”, afirmou.

Para o presidente do SINPRF-PR e da UPB-Paraná, Sidnei Nunes, essa presença constante no Congresso Nacional é muito importante para buscar o apoio dos parlamentares. “Os sindicatos ligados a UPB estão fazendo revezamento semanal para ter uma representação da segurança pública nos gabinetes. Cada estado deve fazer a sua parte e nós do Paraná estamos fazendo o dever de casa. Juntos somos mais fortes nesta luta”, ressalta ele

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

Fechar Menu