SINCLAPOL

Sindicato das Classes Policiais Civis do Estado do Paraná


Facebook SINCLAPOL Twitter SINCLAPOL Filiar-me ao SINCLAPOL
Policial Civil

UNIFICAÇÃO DAS POLICIAS CIVIL E MILITAR


Nesta quinta-feira (03) foi realizado no auditório Nereu Ramos da Câmara dos Deputados, o “Seminário Internacional sobre Unificação das Polícias Civil e Militar”. O evento foi organizado pela Comissão Especial Unificação das Polícias Civis e Militar (Ceunif) e pode ser assistido ao vivo através do link da página da Câmara Federal (www.camara.leg.br).

Participaram do evento, conforme programa já divulgada pela Comunicação COBRAPOL representantes de instituições policiais da Alemanha, Áustria, França e Chile, que estão apresentando suas experiências em relação à temática do Seminário.

Participaram e acompanharam o Seminário o presidente da COBRAPOL, André Luiz Gutierrez, e outros integrantes e assessores da entidade, além dos seguintes dirigentes sindicais: Aparecido Lima de Carvalho (Kiko) e André, da FEIPOL/SUDESTE; Márcio Pina, do SINPOL/Santos; Lúcio Cavalcante e Antônio da Costa, do SINPOL-GO; Rodrigo Fran (Gaúcho) e Alex Galvão, do SINPOL-DF; Márcio Garcia, do SINPOL/RJ; Marcilene Lucena dos Santos e Marcus Monteiro, da FEIPOL/Centro-Oeste; Edileusa e Gláucio, do SINPOL-MT, esses últimos acompanhados de investigadores do Estado de Mato Grosso; Geancarlo Miranda, do SINPOL/MS; Mozar Felix, do SINPOL/TO; Leandro de Almeida, do SIJNPOL/RR; e Adriana e Suana, da ASPOL/PB (ver a galeria de fotos).

Segundo o presidente da COBRAPOL, que participou de todas as palestras e debates, “o evento foi importante para a troca de experiências em torno de modelos diferenciados de país para país, em razão da própria cultura no segmento da segurança pública, além de representar um importante momento para que as autoridades do Executivo e do Legislativo valorizem mais a segurança pública no Brasil e, principalmente, os nossos recursos humanos, que são os policiais que arriscam suas vidas todos os dias para proteger a sociedade e o cidadão”.

 

Fonte: Comunicação COBRAPOL