SINCLAPOL

Sindicato das Classes Policiais Civis do Estado do Paraná


Facebook SINCLAPOL Twitter SINCLAPOL Filiar-me ao SINCLAPOL
Policial Civil

Protesto em Umuarama provoca destruição na 7ª Subdivisão Policial.

A destruição nas instalações da delegacia causada pelo protesto de moradores ocorrido em Umuarama na última quarta-feira (27) em virtude da prisão do elemento suspeito da morte da pequena Tabata, de apenas 6 anos, levará muito tempo para ser recuperada.

A revolta provocou a destruição total das instalações da delegacia local e de seis carros policiais. As razões do protesto são indiscutíveis, mas agora ficam as perguntas. Quem vai pagar por toda esta destruição? E quem será o maior prejudicado? Certamente a população da cidade, pois quando necessitar dos serviços da delegacia a mesma se encontrará destruída; precisará do IML e o mesmo estará destruído; precisará do Instituto de Identificação e o mesmo estará destruído; precisará de atendimento de viatura e as mesmas estarão queimadas.

“Infelizmente se a população necessitar de qualquer um desses serviços terá que procurar o que? Os próprios usuários destruiram as instalações locais,” disse o vice-presidente do Sinclapol, Daniel Côrtes. Lembrando: ”O suspeito foi preso e a Polícia cumpriu o seu dever de servir e proteger a população”.

A Polícia Civil informou em nota, que paralelamente ao inquérito policial referente à prisão do suspeito, autuado pela morte da menina Tábata, outro inquérito será aberto para apurar os danos causados ao patrimônio público de Umuarama.