Manual Prático de Investigação de Homicídios

O Investigador de Polícia Civil, Luiz Renato Blanchet, lotado na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa e professor da Escola Superior de Polícia Civil, lançou no dia 31 de janeiro de 2017 o livro “Manual Prático de Investigação de Homicídios”. Com o apoio da Editora Íthala, a obra é de caráter técnico, que compila várias técnicas de investigação criminal e investigação de homicídios, para pessoas que trabalham ou apenas tem curiosidade sobre o tema.

Este “Manual” não visa descobrir a roda dentro da investigação, mas, sim, tem o objetivo de padronizar a investigação de homicídios. Assim, traz um roteiro operacional de forma simples e sem “juridiquês”, fazendo com que o investigador, através de rápidas consultas, chegue ao melhor resultado sem perder a cientificidade da investigação.

Em breve entrevista para o site do Sinclapol, o investigador Luiz Renato Blanchet, contou mais detalhes sobre o Manual Prático de Investigação de Homicídios e que pretende vender a obra por todo o Brasil, além de realizar palestrar pelas Delegacias do interior do Paraná, nas DPs que fizerem contato. Vamos às perguntas.

(mais…)

Continuar lendo

O que está por trás da PEC da Maldade 287

A denominada PEC do desmonte, PEC do congelamento, e/ou PEC da desigualdaderepresenta o maior ataque aos Direitos Sociais da História do Brasil, e uma ameaça concreta contra os Direitos das Forças de Segurança Civis do Brasil.

Pela Inconstitucionalidade da PEC 287/16 que promove profundo e inconcebível retrocesso da seguridade social dos policiais da segurança pública civis, desabriga e despudoradamente faz tabula rasa dos princípios fundamentais, garantias e barreiras constitucionais, tratando-os com absoluto descaso, vilipendiando os direitos não só dos policiais da segurança pública civis, mas a própria dignidade da pessoa humana, ao arrepio da valorização do trabalho humano que é o principal fundamento da Ordem Econômica (Art. 170, caput, da CF).

 

(mais…)

Continuar lendo

Trabalho de Papiloscopistas ajuda a elucidar crime em Piên

O trabalho realizado por Policiais Civis Papiloscopistas do Instituto de Identificação do Paraná, de São Mateus do Sul, ajudaram a elucidar a morte do prefeito eleito da cidade de Piên (RMC), José Loir Dreveck, de 52 anos, no dia 14 de dezembro de 2016, antes de tomar posse. O ex-prefeito da cidade, Gilberto Dranka foi preso no dia 31 de janeiro passado, durante uma operação deflagrada pelo COPE, suspeito de encomendar a morte do prefeito eleito de Piên.

Relembrando o caso

O crime ocorreu no dia 14 de dezembro de 2016, quando José Loir Dreveck viajava para Santa Catarina, pela PR-420, em um carro da prefeitura, acompanhado da família, quando foi surpreendido por um motociclista, que atirou contra ele. O prefeito eleito foi atingido na cabeça e encaminhado em estado grave ao Hospital e Maternidade Sagrada Família, em São Bento do Sul, Santa Catarina.

Na época, o delgado responsável pelo caso, descartou a possibilidade de assalto, pois o motociclista que efetuou os disparos não fez qualquer anúncio de roubo, apenas atirou e fugiu. Os Peritos em Papiloscopia lotados na Seção Regional de Identificação do IIPR em São Mateus do Sul foram acionados e compareceram a uma estrada rural da cidade de Piên, periciar uma motocicleta e um capacete abandonados, que poderiam ter sido utilizados no homicídio do prefeito eleito. No Laudo Papiloscópico emitido pela equipe do IIPR, constava que existiam dois fragmentos em condições para confronto, mas nenhum deles foi positivado pelo sistema.

(mais…)

Continuar lendo
  • 1
  • 2
Fechar Menu